Como cultivar quiabos em casa

 Como cultivar quiabos em casa

Timothy Ramirez

Cultivar quiabos em casa é uma óptima maneira de adicionar um vegetal único e de baixa manutenção à sua horta de verão.

Mas o primeiro passo para aprender a cultivar quiabo com sucesso é compreender o que ele precisa para prosperar.

Veja também: Como cuidar das plantas de ciclâmen

Neste guia, encontrará todos os pormenores de que necessita, incluindo as necessidades de água, luz, solo e fertilizantes, além de dicas extra sobre pragas, poda, colheita e muito mais.

Veja também: Como depurar as plantas antes de as trazer para o interior

Visão geral dos cuidados rápidos com o quiabo

Nome científico: Abelmoschus esculentus
Classificação: Vegetais
Nomes comuns: Quiabo, Dedo de Moça, Gumbo
Resistência: Zonas 10-12
Temperatura: 70-85°F (21-29,4°C)
Flores: Branco a amarelo, floresce no verão e no outono
Luz: Sol pleno
Água: Deixar o solo secar entre regas, não regar em excesso
Humidade: Média
Fertilizante: Fertilizante orgânico líquido ou granulado equilibrado, uma vez por mês na primavera/verão
Solo: Bem drenado, fértil, argiloso
Pragas comuns: Afídeos, nemátodos dos nós das raízes, escaravelhos da pulga

Informações sobre o quiabo

O quiabo (Abelmoschus esculentus) é um membro da família Malvaceae, que também inclui o algodão, o jarrete de azevinho e o hibisco. É um vegetal de clima quente fácil de cultivar, originário de África.

As plantas têm um único caule principal, ramos finos e folhas grandes, com um tamanho que varia entre 3-8' de altura, e produzem vagens comestíveis de sementes de flores amarelas ou brancas que são semelhantes em aparência a um hibisco.

Toda a planta, incluindo as vagens em muitas variedades, está coberta de pequenos pêlos espinhosos que podem causar irritação na pele.

As vagens são comestíveis quando tenras e jovens, sendo tradicionalmente utilizadas para engrossar guisados ou gumbos, o que lhe valeu a alcunha de "Gumbo".

Diferentes tipos de quiabos

Existem muitas variedades diferentes de quiabos para escolher, normalmente verdes ou vermelhos, com diferentes tamanhos e dias de maturação.

Muitos jardineiros optam por uma variedade sem espinhos, que apresenta vagens sem os pêlos espinhosos. Felizmente, independentemente do tipo que escolher, todas podem ser cuidadas da mesma forma.

    Partilhe as suas dicas para cultivar quiabos na secção de comentários abaixo.

    Timothy Ramirez

    Jeremy Cruz é um ávido jardineiro, horticultor e o talentoso autor por trás do popular blog Get Busy Gardening - DIY Gardening For The Beginner. Com mais de uma década de experiência no campo, Jeremy aperfeiçoou suas habilidades e conhecimentos para se tornar uma voz confiável na comunidade de jardinagem.Crescendo em uma fazenda, Jeremy desenvolveu um profundo apreço pela natureza e um fascínio pelas plantas desde tenra idade. Isso gerou uma paixão que acabou levando-o a se formar em Horticultura em uma universidade de prestígio. Ao longo de sua jornada acadêmica, Jeremy adquiriu uma sólida compreensão de várias técnicas de jardinagem, princípios de cuidado com as plantas e práticas sustentáveis ​​que agora compartilha com seus leitores.Depois de concluir sua educação, Jeremy embarcou em uma carreira gratificante como horticultor profissional, trabalhando em renomados jardins botânicos e empresas de paisagismo. Essa experiência prática o expôs a uma gama diversificada de plantas e desafios de jardinagem, o que enriqueceu ainda mais sua compreensão do ofício.Motivado por seu desejo de desmistificar a jardinagem e torná-la acessível aos iniciantes, Jeremy criou Get Busy Gardening. O blog serve como um recurso abrangente repleto de conselhos práticos, guias passo a passo e dicas valiosas para quem está iniciando sua jornada de jardinagem. O estilo de escrita de Jeremy é altamente envolvente e relacionável, tornando complexoconceitos fáceis de entender mesmo para aqueles sem qualquer experiência anterior.Com seu comportamento amigável e paixão genuína por compartilhar seu conhecimento, Jeremy conquistou seguidores leais de entusiastas da jardinagem que confiam em sua experiência. Por meio de seu blog, ele inspirou inúmeras pessoas a se reconectar com a natureza, cultivar seus próprios espaços verdes e experimentar a alegria e a satisfação que a jardinagem traz.Quando ele não está cuidando de seu próprio jardim ou escrevendo postagens de blog cativantes, Jeremy pode frequentemente ser encontrado liderando workshops e falando em conferências de jardinagem, onde ele transmite sua sabedoria e interage com outros amantes de plantas. Quer ele esteja ensinando iniciantes a semear suas primeiras sementes ou aconselhando jardineiros experientes sobre técnicas avançadas, a dedicação de Jeremy em educar e capacitar a comunidade de jardineiros brilha em todos os aspectos de seu trabalho.